Categorias
Blog

Ultrassom com Doppler Vascular: o Exame que Resgata a Saúde

O ultrassom com doppler vascular é um exame fundamental para prevenir e ajudar no tratamento de uma série de doenças. Veja aqui algumas informações importantes sobre ele!

ultrassom com doppler clínica em campinas

A medicina diagnóstica é uma das áreas onde a tecnologia mais atuou, nos últimos anos, para aumentar a qualidade e a eficiência de resultados. O ultrassom com doppler (vascular) é um dos melhores exemplos da inovação a serviço da saúde.

A ecografia, como também é conhecida a ultrassonografia, é um procedimento usado há muitas décadas em hospitais, clínicas e consultórios – um exame de imagem para visualizar o aspecto e o funcionamento de tecidos e órgãos do corpo.

Nele, é usado um aparelho de ultrassom que emite ondas sonoras de alta frequência e, ao chegarem na região que se deseja investigar, elas retornam em forma de eco e são convertidas em imagens.

Uma curiosidade é que, entre nós na natureza, animais como os morcegos e golfinhos usam esse recurso para seus deslocamentos. Os humanos se inspiraram e usaram os recursos tecnológicos mais avançados.

Com a ultrassonografia, é possível analisar e diagnosticar com a máxima precisão, a partir de imagens de alta qualidade, o funcionamento de orgãos e sistemas. 

Mas você conhece o ultrassom doppler e os incontáveis benefícios que ele proporciona para o diagnóstico médico?

Por que a palavra doppler representa tanto? 

Vamos falar, nesse artigo, sobre o ultrassom doppler e tirar as principais dúvidas a respeito.

Existe diferença entre ultrassom convencional e ultrassom com doppler vascular?

A ecografia convencional já é muito conhecida da grande maioria das pessoas que, em algum momento da vida, precisou se submeter a esse exame. 

A lista de especialidades da ultrassonografia é grande e podemos destacar:

  • Obstétrico
  • Pélvica Feminina Transvaginal
  • Pélvica Feminina Abdominal
  • Bolsa Escrotal
  • Artérias Renais
  • Abdome Total
  • Abdome Superior
  • Artérias Renais
  • Próstata Via Abdominal
  • Próstata Via Transretal
  • Mamas
  • Tireoide

As imagens produzidas são de um valor incalculável para o tratamento e a prevenção de doenças em diversos sistemas no corpo humano.

Porém, existe uma pergunta comum nos consultórios médicos: por que alguns exames são chamados de ecografias em doppler? 

Em primeiro lugar, ambos processos usam um aparelho de ultrassom. 

Porém, enquanto o ultrassom tradicional investiga aparelhos, orgãos e estruturas, o doppler vascular avalia especificamente a saúde vascular do paciente – o sistema de artérias, veias e outros componentes, responsável pelo fluxo sanguíneo e inúmeras outras tarefas.

Quais os objetivos com o ultrassom com doppler vascular?

Este exame é prescrito para analisar e investigar fenômenos em todo o sistema vascular, dentre os quais podemos destacar:

  • Avaliar preventivamente a qualidade do fluxo vascular;
  • Diagnosticar e avaliar tromboses arteriais ou venosas e varizes;
  • Avaliar estreitamentos (estenoses) ou dilatações (aneurismas);
  • Avaliar a irrigação sanguínea em tumores;
  • Rastrear coágulos sanguíneos – anormalidades de altíssimo risco para formar os trombos, que levam às tromboses e as embolias quando migram para outras regiões;
  • Medir o fluxo sanguíneo oferecido pela placenta durante a gravidez.

Quais são as indicações para o ultrassom com doppler vascular?

Como podemos ver no tópico anterior, o ultrassom vascular tem uma grande importância em quatro grandes situações:

  • No acompanhamento preventivo de pessoas com fatores de risco para as doenças vasculares – fumantes, obesos ou com predisposição genética;
  • Oferecer tratamento – e quanto mais precoce, melhor – para as doenças decorrentes do mau funcionamento do sistema vascular – tromboses, aneurismas, arteriosclerose, varizes, outras doenças vasculares e doenças coronarianas;
  • Suportar tratamentos de diversas doenças com o diagnóstico do fluxo vascular da região afetada, especialmente de formas de câncer, onde o fluxo sanguíneo é um fator determinante para o desenvolvimento deles;
  • Acompanhamento da qualidade do fluxo vascular feito através da placenta na gravidez – um fator crítico para a saúde do feto.

O doppler vascular contribui para a recuperação da saúde e também para a manutenção dela e da qualidade de vida das pessoas.

exame de ultrassom com doppler clínica em campinas

3 exames essenciais de ultrassom vascular com doppler

Como vimos até aqui, a ultrassonografia em doppler reúne simplicidade na utilização, segurança para o paciente e alta qualidade nos resultados e, com isso, ela passou a ser usada em inúmeros procedimentos de diagnóstico.

Não há um órgão, região ou sistema do corpo humano cujas veias, artérias e fluxos sanguíneos não possam ser investigados a fundo com o doppler em ultrassonografia.

A ANGIOGRAPH atende uma série de procedimentos de ultrassonografia com doppler em Campinas:

  • Venoso e arterial de membros inferiores
  • Vasos cervicais (carótidas e vertebrais)
  • Aorta + ilíacas
  • Aorta + renais
  • Veia cava superior e inferior
  • Arterial e venoso e membros superiores
  • Vasos cervicais (subclávias e jugulares)
  • Artérias viscerais (mesentérica superior e inferior)

Podemos destacar três exames de ultrassom doppler.

1 – Ultrassom com doppler de carótidas


As artérias carótidas tem a função primordial de levar o sangue do coração ao cérebro – o que demonstra claramente o quão urgente é analisar o funcionamento delas quando há algum sinal.

O estreitamento ou a obstrução da carótida provoca tonturas, desmaios e, em casos extremos, pode levar a um AVC. Acontecendo os primeiros sintomas, o médico deve ser procurado para avaliar o quadro e prescrever um ultrassom de carótidas doppler.

Esse exame é indicado nos casos de pessoas com quadros de:

  • Hipertensão
  • Colesterol alto
  • Obesidade
  • Diabetes
  • Doença coronariana
  • Histórico familiar de AVC ou doença cardíaca

E para a investigação de outras doenças:

  • Aterosclerose
  • Arterites
  • Aneurismas

2 – Ultrassom com doppler de membros inferiores (venoso e arterial)


Esse é o exame doppler vascular mais conhecido das pessoas, pois envolve uma das doenças modernas mais comuns, especialmente entre as mulheres: as veias varicosas ou varizes.

Porém, ele é mais abrangente; o doppler dos membros inferiores também costuma ser solicitado para identificar trombose, estreitamento de vasos e insuficiência venosa ou arterial.

Também é recomendado para avaliação vascular antes de uma cirurgia nos membros inferiores, servindo como um guia da circulação venosa, fornecendo um panorama que permite definir com mais acerto os locais que devem ser tratados pelo cirurgião vascular.

exame de ultrassom com doppler clínica campinas

 

3 – Ultrassom com doppler de aorta abdominal e ilíacas

A aorta é a principal e maior artéria do nosso corpo e tem a tarefa essencial de levar o sangue oxigenado do coração para todos os orgãos do nosso corpo.

Uma das principais ramificações é a aorta abdominal, que irriga os orgãos até a região superior da pelve e vai se bifurcar em duas artérias ilíacas, que vão levar o sangue para os membros inferiores.

O doppler de aorta abdominal e ilíacas avalia a situação de fluxo vascular em diversos orgãos: fígado, rins, pâncreas, vesícula e vias biliares, baço e veia cava inferior e pode indicar sinais de importantes doenças:

  • Aterosclerose da aorta abdominal
  • Doença vascular arterial
  • Aneurisma
  • Oclusão da aorta abdominal

São males silenciosos, que apresentam poucos sintomas na fase inicial e que devem ser pesquisadas da forma mais precoce possível, principalmente se a pessoa possui fatores de riscos – tabagismo, obesidade, hipertensão e outros.

Como o ultrassom vascular é executado?

A ultrassonografia doppler vascular é um exame extremamente simples do ponto de vista técnico e totalmente seguro para o paciente. 

As principais características são

  • Não possui limitação de uso com relação ao organismo;
  • Não é invasivo (é feito sem introdução de aparelhos ou medicamentos);
  • Não envolve agentes químicos ou radiação;
  • O médico pode solicitar um novo exame a qualquer tempo, sem a necessidade e um intervalo entre exames.

Existe preparação prévia para o ultrassom doppler vascular?

De uma forma geral, não há uma preparação a ser feita nos dias anteriores ou no dia do exame. Porém, algumas condições podem comprometer os resultados e o médico deverá orientar o paciente sobre algumas ações prévias.

  • Ser fumante;
  • Ter obesidade grave;
  • Possuir disritmias cardíacas, arritmias e ritmos cardíacos irregulares;
  • Possuir doença cardiovascular.

O jejum combinado com uma medicação para reduzir a formação de gases pode ser necessário nas ultrassonografias com doppler de artérias renais e de aorta abdominal. 

Quais os passos para a realização do exame?

É preciso retirar as roupas e remover joias e outros objetos da região que será investigada (por exemplo, o abdome);

Conforme a extensão do exame, pode ser preciso usar uma roupa hospitalar e remover óculos, próteses e aparelhos auditivos. Estas orientações devem ser passadas pela clínica, laboratório ou profissional responsável pelo
ultrassom de doppler;

  • O paciente se deitará em uma cama ou mesa de exame;
  • O profissional aplicará um gel hidrossolúvel (dissolvível em água) em um dispositivo chamado de transdutor – semelhante a um massageador;
  • O transdutor será deslizado na região externa correspondente à área que se quer observar;
  • O aparelho emite as ondas sonoras que serão recebidas na área e retornam na forma de eco para um computador;
  • Um sistema produzirá as imagens e gráficos em tempo real, que retratam o fluxo sanguíneo na região e podem ser vistos pelo paciente e pelo médico.

Todo o procedimento é indolor e não há desconforto para o paciente. 

Quais os procedimentos pós-exame?

Não há instruções ou restrições especiais após o exame e podemos retomar às atividades normais, inclusive físicas.

Porém, por uma condição particular do paciente, o médico pode recomendar exercícios leves após o procedimento ou repouso por um período.

exame de ultrassom com doppler clinica campinas

 

Como você pode ver, seu sofrimento físico e estético com doenças vasculares tem solução! 

A ultrassonografia com doppler vascular (Campinas) é um importante instrumento de apoio médico para as melhores decisões em todos os casos.

Venha à ANGIOGRAPH e faça uma consulta com um de nossos profissionais. Ele vai avaliar o seu caso e recomendar o melhor tratamento para melhorar ainda mais a sua saúde e a sua autoestima!

A ANGIOGRAPH sempre estará presente nos momentos mais importantes da saúde vascular. Nosso foco é impedir que problemas vasculares impeçam você de ter uma vida plena de qualidade.

Temos todos os cuidados profissionais que você merece para não sofrer mais com problemas endovasculares.

Faça um pré-agendamento e conheça o nosso trabalho. É só clicar aqui!

A sua saúde é a nossa prioridade.

Categorias
Blog

Tratamento de Varizes: Recupere sua Saúde e sua Autoestima

Quando falamos no tratamento de varizes Campinas para nossas(os) clientes, logo vem à mente alguns momentos ruins que essa doença provoca: evitar roupas curtas, não frequentar praias e locais com piscinas e sofrer com dores, inchaços e cansaço.

Quem vive essa realidade, conhece os impactos físicos, orgânicos e sociais que as varizes podem provocar.

Elas são um dos males que mais assombram a vida das pessoas, em especial das mulheres, pois reúnem três aspectos críticos para a saúde e o bem-estar:

  • São um sinal de um grave problema circulatório em curso;
  • Impactam na autoestima e no convívio social;
  • Podem desencadear novos males se não forem tratadas adequadamente;

O surgimento das varizes das pernas pode resultar de fatores que não podemos evitar – entre eles a herança genética – e hábitos contemporâneos, que podem ser evitados.

tratamento de varizes clinica em campinas

Porém, é muito comum que elas sejam vistas como a própria doença, tamanho é o impacto negativo que causam na vida dos pacientes – e não podemos tirar a razão eles!

Varizes: uma doença contemporânea

É verdade que existem registros históricos das varizes que remontam a antes de Cristo, pois é um mal que surgiu após o ser humano adotar a postura completamente ereta que usamos hoje em dia.

Com isso, o corpo humano passou a desafiar a gravidade para que o sistema circulatório faça o sangue chegar aos pés e retornar ao coração.

Porém, as varizes se tornaram algo muito presente nos tempos modernos por causa dos maus hábitos que as populações criaram, especialmente os longos períodos sentado ou em pé – tanto que a insuficiência venosa crônica é muito presente em determinadas profissões.

A Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular estima que 38% dos adultos brasileiros apresentam veias varicosas em diferentes graus.

E dois grupos têm uma incidência ainda mais preocupante: 45% das mulheres e 70% das pessoas com mais de 70 anos convivem com esse mal.

Porém, homens e jovens também podem sofrer com varizes. É preciso olhar com atenção os hábitos e sintomas!

Quais os sintomas de varizes?

O surgimento de veias varicosas vem acompanhado dos sintomas abaixo.

  • Dor e ardor nas pernas (ou uma delas);
  • Sensação de peso que se acentuam no final do dia (hábitos explicam isso);
  • Inchaço nos tornozelos e nos pés;
  • Coceira na região da veia afetada;
  • Acúmulo de líquido e inchaço nas pernas (ou uma delas);
  • Panturrilha inchada e dolorida;
  • Pele seca e esticada.

Esses sintomas variam conforme o tempo e a gravidade das dilatações. Existem, para entendimento da extensão das varizes, três graus:

  • Microvarizes: são as veias visíveis na pele mas não salientes, de cores azulada ou esverdeada;
  • Reticulares: são os vasinhos em ramificações na cor avermelhada;
  • Tronculares: são as veias mais grossas e muito visíveis na pele e que costumam concentrar a maiores dos sintomas e os mais graves.
tratamento de varizes clinica em campinas


Em comum a todos esses eles está a necessidade de dar atenção aos sinais do corpo e, ao menor sinal de veias arroxeadas ou cansaço extremo e peso nas pernas, buscar um especialista em tratamento de varizes com urgência.

Por esse motivo, vamos falar sobre as varizes, como prevenir esse mal e buscar tratamento, evitando que o quadro se agrave e restabelecendo a sua qualidade de vida!

Mas antes: você sabe o que são as varizes?

As varizes são veias dilatadas, tortuosas e deformadas, com tons entre o arroxeado e o azulado, em toda a extensão das pernas, desde um colorido superficial até formações espessas e muito visíveis.

Elas se formam em virtude do enfraquecimento do sistema de válvulas que possuímos nas veias das pernas com a finalidade de impedir que o sangue sempre desça para os pés pela ação da gravidade.

Essas válvulas se abrem e fecham para forçar que o sangue suba na direção do coração.

Por diversos motivos, que veremos mais adiante, elas começam falhar na sua tarefa e o sangue fica represado na região das pernas e começa o processo de criação das veias varicosas que são, na verdade, o sintoma mais crítico da insuficiência venosa crônica.

Existem fatores de risco inevitáveis para as varizes?

Infelizmente sim.

Existem algumas situações em que o surgimento da insuficiência venosa crônica independe dos cuidados com a saúde e o estilo de vida que destacamos anteriormente, mas podem ser agravados pela falta desses cuidados. São elas:

1 – Predisposição genética para as varizes

Pessoas com um histórico familiar de doenças circulatórias e a presença de varizes estão mais predispostas a desenvolver a doença. A deficiência de colágeno e elastina é transmitida de pais para filhos.

Essas substâncias garantem a firmeza necessária aos vasos, evitando que a fragilidade leve ao alargamento deles. Nesse caso, é recomendado inspecionar as pernas, tornozelos e pés regularmente.

2 – Idade é um fator de risco para o surgimento de varizes

As veias perdem a elasticidade com o processo de envelhecimento e também há o enfraquecimento do sistema de válvulas existente nelas e que impede que o sangue retorne.

Esses são fatos naturais a todos os seres humanos e favorecem o surgimento da insuficiência venosa crônica. Os fatores de risco causados por hábitos de vida vão determinar a disseminação e a gravidade dessas varizes.

3 – Alterações hormonais provocam o surgimento de varizes

Esse é um fator de risco ligado diretamente às mulheres e que faz delas o maior público de incidência das varizes.

As mulheres passam por alterações hormonais durante a menstruação e a menopausa, que aumentam a produção de progesterona e estrógeno, hormônios que diminuem a resistência das paredes dos vasos e afetam o funcionamento do sistema de válvulas.

Como vimos, existem eventos que servem de alerta para que as pessoas, especialmente as mulheres, tenham atenção com os sinais e procurem se tratar o mais rápido possível.

  • Histórico familiar;
  • Idade;
  • Menstruação;
  • Menopausa.
  • A qualidade dos resultados depende diretamente da precocidade do tratamento!

A ANGIOGRAPH possui um corpo médico vascular Campinas Unimed qualificado para avaliar o seu caso e propor as melhores alternativas de tratamento.

Existem hábitos que provocam o surgimento de varizes?

Aqui temos duas más notícias: existem e todos são muito íntimos ao nosso dia a dia.

As causas culturais para o surgimento da insuficiência venosa crônica são hábitos que, infelizmente, boa parte das populações adotam e, por isso, estão em grande risco.

1 – Obesidade é uma das maiores causas das varizes

Aqui é puro cálculo físico: o acúmulo de gordura no abdômen e nas pernas – dois lugares onde o sobrepeso mais atua – funciona literalmente como um peso extra e crescente para o sistema de válvulas.

O mau funcionamento é a resposta e pode levar rapidamente às formas mais graves.

Qual a atitude?

Mudanças de hábitos de vida – alimentação saudável, repouso e exercícios frequentes.

 tratamento das varizes em campinas obsedidade

2 – Sedentarismo e pouco movimento diário causam varizes

Podemos unir as duas situações porque o sistema circulatório depende diretamente do movimento constante das pernas para que as válvulas funcionem corretamente, o sangue seja bombeado e não haja represamento.

O sedentarismo está ligado à vida sem exercícios físicos, tanto pessoal quanto profissionalmente;

O pouco movimento diário está associado a atividades rotineiras e profissões onde ficamos muito tempo em pé ou sentados, sem pausas para que o sistema circulatório trabalhe – recepcionistas, vendedores de rua, atendentes de telemarketing e outros.

Qual a atitude?

Atividades físicas com frequência e pausas constantes nas posições rotineiras para estimular e facilitar o trabalho das veias.

3 – Tabagismo é fator de risco das varizes

Esse é o mal do males. As toxinas do fumo atacam as paredes dos vasos, fazendo com que elas adoeçam.

Qual a atitude?

Simplesmente abandonar o tabagismo. Não há consumo tolerável.

4 – Uso prolongado de anticoncepcionais causa varizes

O uso contínuo de anticoncepcionais provoca bruscas variações hormonais, como ocorre nas menstruações e na menopausa.

Qual a atitude?

Converse com seu ginecologista a respeito do tratamento e avalie alternativas.

5 – Gravidez é condição de risco para as varizes

Aqui podemos combinar fatores clássicos para o surgimento das veias varicosas:

  • A alta variação hormonal que é característica desse período;
  • O ganho de peso natural e também de gordura em uma gestação sem cuidado com a alimentação;
  • O corpo da gestante produz mais sangue para sustentar também o feto e esse volume adicional pressiona os vasos sanguíneos das pernas.
Qual a atitude?

Uma alimentação saudável, repouso e um acompanhamento médico constante.

Bons hábitos podem evitar ou amenizar as veias varicosas?

Com certeza!

É possível evitar ou amenizar a insuficiência venosa crônica que se adquire por hábitos e também combater a tendência genética. Veja essas medidas simples:

  • Evite ficar de pé por muito tempo na mesma posição ou sentado com as pernas cruzadas;
  • Se precisar ficar sentado por muitas horas, faça o exercício de flexão dorsal dos pés;
  • Sempre que possível, coloque as pernas em posição elevada em relação ao corpo por alguns minutos;
  • Use meias de compressão, de preferência desde cedo e ao levantar-se;
  • Evite o uso de saltos altos por muito tempo, sempre que possível;
  • Avalie sempre alternativas de métodos contraceptivos femininos;
  • Adquira bons hábitos de alimentação;
  • Procure um repouso regular;
  • Pratique exercícios regularmente, em especial as caminhadas.
  • Como podemos ver, esses hábitos são fáceis de incluir na rotina e afetam a vida como um todo de forma positiva.

Conheça a cirurgia de varizes a laser em Campinas!

Essa é uma intervenção cirúrgica que substitui a cirurgia de varizes tradicional com as vantagens de ser menos invasivo no método, exigir um menor tempo de recuperação menor e resultar em menos dor e incômodo.

cirurgia para tratamento de varizes clinica em campinas

A cirurgia consiste na inserção de uma microfibra ótica muito fina na veia doente e no disparo de um laser para cauterizar o vaso, com o auxílio de um ultrassom com doppler (vascular) para visualizar o procedimento e controlar o uso do laser.

Com isso, o organismo desvia o fluxo sanguíneo para veias saudáveis.

O procedimento dispensa agulhas e incisões, dura cerca de 2 horas e o paciente deixa o hospital no mesmo dia. O retorno ás atividades diárias pode ser feito em 24 horas e os exercícios físicos são liberados em torno de uma semana.

Como podemos ver, a o tratamento de varizes a laser é uma excelente alternativa para resolver o problema com uma recuperação mais rápida.

A ANGIOGRAPH proporciona uma cirurgia de varizes a laser Campinas com segurança através de um corpo clínico altamente qualificado.

Conheça a cirurgia de varizes tradicional em Campinas!

Na cirurgia tradicional de varizes, ao contrário do procedimento a laser, é feita a retirada do vaso (ou vasos) afetados pela insuficiência venosa crônica. Ela é recomendada para veias mais grossas e que causam grande problemas funcionais.

São feitas duas incisões muito pequenas, no tornozelo e na virilha, e o cirurgião insere um fleboestator – uma espécie de cabo que passa por dentro da veia e faz a retirada.

É um procedimento mais complexo em termos de execução e de recuperação pós-operatória.

A cirurgia vascular para varizes dura em torno de duas horas, o paciente deve ficar em repouso pós-operatório por quinze dias, não praticar exercícios por um mês, usar meia de compressão e evitar a exposição ao sol.

Um médico angiologista da equipe da ANGIOGRAPH pode avaliar se o seu caso será resolvido com eficiência através desse método.

Conheça a radiofrequência para varizes em Campinas

A radiofrequência para varizes é outro método não invasivo e utilizado para usado em veias varicosas maiores, especialmente as safenas – que são as principais do sistema venoso e vão do tornozelo à virilha.

O procedimento é hospitalar, requer anestesia local e é usado para atuar em um segmento ou vários da veia doente, sem a necessidade de retirá-la.

O princípio é utilizar a energia liberada pela radiofrequência para combater o calibre da fibrose. É feito um (ou alguns) corte de 2mm na veia, introduzido um cateter e feitos os disparos.

O retorno às atividades cotidianas é em seis dias e a recuperação pós-operatória é melhor, com menos dor e hematomas. A veia é absorvida pelo organismo em três meses, em média.

Como você pode ver, seu sofrimento físico e estético com veias varicosas tem solução!

Venha à ANGIOGRAPH e faça uma consulta com um de nossos profissionais.

Ele vai avaliar o seu caso e recomendar o melhor tratamento de varizes Unimed Campinas para melhorar ainda mais a sua saúde e a sua autoestima!

A ANGIOGRAPH sempre estará presentes nos momentos mais importantes da saúde vascular. Nosso foco é impedir que problemas vasculares impeçam você de ter uma vida plena de qualidade.

Temos todos os cuidados profissionais que você merece para não sofrer mais com problemas endovasculares. 

Faça um pré-agendamento e conheça o nosso trabalho. É só clicar aqui!

A sua saúde é a nossa prioridade.